CONFAP e Academias do Reino Unido abrem nova chamada para pesquisadores

jul 15 • Notícias • 445 Views • Comentários desativados em CONFAP e Academias do Reino Unido abrem nova chamada para pesquisadores

As Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), articuladas pelo CONFAP (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa), lançam chamada pública para oferecer apoio a pesquisadores britânicos interessados em parcerias de pesquisas com brasileiros. Os trabalhos conjuntos serão desenvolvidos de duas semanas a quatro anos em uma instituição de pesquisa brasileira. As propostas serão aceitas até dia 23 de outubro de 2015, selecionadas em outubro e executadas em 2016.

São três as possibilidades de apoio descritas no edital (em inglês). No texto, há todos os links necessários para submeter propostas. São elegíveis os pesquisadores britânicos nas áreas das Engenharias, Ciências Naturais, Humanas, Sociais e Médicas (incluindo pesquisa clínica e orientada a pacientes). Entre outros requisitos, os candidatos devem ter um co-proponente brasileiro, título de doutor(a) obtido entre 2 e 7 anos atrás (para Young e Senior Researchers, respectivamente), cargo acadêmico ou atividade pós-doutoral que exceda o período que vai permanecer no Brasil. Os critérios de seleção incluem o histórico dos candidatos, a qualidade da proposta e sua adequação à instituição que acolherá o pesquisador, os benefícios da estada no Brasil à carreira do mesmo e as perspectivas de colaboração a longo prazo.

O edital pode ser acessado neste link ou no site das FAPs que aderiram à chamada. Em caso de dúvida, contate fundonewton@confap.org.br ou, especificamente para o estado de São Paulo, chamada_ukacademies@fapesp.br.

As 17 FAPs que aderiram à chamada durante a última reunião do CONFAP, em Brasília, vão financiar as propostas de seus respectivos estados como contrapartidas aos valores investidos pelo Fundo Newton. Esse é um compromisso assumido pelo Reino Unido diante da comunidade internacional para promover iniciativas que fortaleçam o desenvolvimento social e econômico de países emergentes. Até 2018, o Reino Unido e o Brasil devem investir 27 milhões de libras esterlinas nos programas do Fundo Newton/CONFAP.

Fonte: CONFAP

Foto: Sede da Royal Society, uma das UK Academies (foto: divulgação)

Post Relacionados

Os comentrios esto fechados.

« »