Cnpem abre inscrições para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

jun 12 • Notícias • 550 Views • Comentários desativados em Cnpem abre inscrições para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (Cnpem) abriu inscrições para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). A inscrição, que vai até 30 de junho, é eletrônica e gratuita, em http://pages.cnpem.br/pibic/inscricoes.

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica tem como objetivo desenvolver o pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação do ensino superior; contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa; colaborar para a formação científica de recursos humanos; e reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação.

As bolsas destinam-se a instituições públicas, comunitárias ou privadas, com ou sem curso de graduação, que efetivamente desenvolvam pesquisa e tenham instalações próprias para tal fim. São distribuídas segundo critérios que assegurem que os bolsistas sejam orientados por pesquisadores com competência científica e capacidade de orientação, com título de doutor ou perfil equivalente, e que estejam exercendo plena atividade de pesquisa, evidenciada por sua recente produção intelectual.

O PIBIC têm período de vigência de doze meses, iniciando-se no mês de agosto de cada ano. As quotas às quais o CNPEM tem direito são distribuídas de acordo com critérios de mérito acadêmico por um Comitê formado por pesquisadores do próprio CNPEM e pesquisadores convidados. Este mesmo Comitê acompanha o desenvolvimento dos bolsistas por meio de relatórios e via avaliação dos seminários nos quais todos os bolsistas têm a obrigação de apresentar seus trabalhos.

Objetivos
* Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação;
* Contribuir para reduzir o tempo médio de titulação de mestres e doutores;
* Propiciar à instituição um instrumento de formulação de política de iniciação à pesquisa para alunos de graduação;
* Estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação;
* Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa;
* Contribuir de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação;
* Estimular pesquisadores produtivos a envolverem alunos de graduação nas atividades científica, tecnológica e artística-cultural;
* Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Em relação aos orientadores: Estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científica, tecnológica, profissional e artístico-cultural.

Em relação aos bolsistas: Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Saiba mais clicando aqui.

Com informações do Cnpem

Post Relacionados

Os comentrios esto fechados.

« »