Embrapa fecha parceria para produção de macaúba voltada para uso em biocombustíveis

ago 26 • Notícias • 330 Views • Comentários desativados em Embrapa fecha parceria para produção de macaúba voltada para uso em biocombustíveis

Foi assinado no dia 19 de agosto um acordo de parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o World Agroforestry Center (Icraf). As instituições vão fomentar o desenvolvimento de plantas de macaúba no Piauí. As sementes serão utilizadas para a produção de biocumbustíveis. O aporte total será de US$ 800 mil, divididos igualmente entre Embrapa e Icraf nos próximos dois anos – mesmo tempo de duração do projeto.

“A Embrapa é um centro de pesquisa conhecido mundialmente, com estudos reconhecidos na área de biocombustíveis”. Por isso, buscamos essa parceria”, explicou o representante do Icraf, Rodrigo Cianella.

Atualmente, a Embrapa já desenvolve pesquisas relacionadas à aplicabilidade da semente de macaúba como uma fonte de energia, por meio da subsidiária Embrapa Agroenergia, no campo de ensaios da Embrapa Cerrados, em Planaltina (DF). Os estudos vão desde o cultivo “domesticado” da planta até a utilização para produção de biocombustível.

Dados da empresa apontam um ganho em produtividade da macaúba em relação à soja na produção de óleo. Enquanto a soja tem potencial para produzir entre 400 e 500 litros de óleo por hectare, a palmeira tem condições para produzir até 4 mil litros de óleo na mesma área plantada.

“Vamos trabalhar para diversificar fontes de bioenergia, culturas energéticas, com palmeiras nativas do Brasil. Queremos mostrar que é possível utilizar essas palmeiras, que é possível produzir biocombustíveis e outros produtos, e com isso o pequeno agricultor pode agregar tecnologia à sua produção”, explica o gerente-geral da Embrapa Agroenergia, Manuel Teixeira Souza Junior.

Além disso, os dados coletados na pesquisa serão utilizados para a formatação de um banco de informações sobre a macaúba e as suas mais variadas aplicações, que serão repassadas a produtores de todo o País. Os agricultores familiares que participarão do projeto – com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) – serão capacitados para a produção e das aplicações da palmeira como fonte de renda.

Próximos passos

O Brasil é o segundo país com o qual o Icraf fecha parceria para o desenvolvimento de biocombustíveis com culturas energéticas alternativas. O primeiro foi a Índia. A próxima etapa é levar o mesmo modelo de parceria para a África.

Fonte: Agência Gestão CT&I

Foto: Simone Palma/Embrapa
Fruto de macaúba

Post Relacionados

Os comentrios esto fechados.

« »