Samsung, Anprotec e CCEI formalizam acordo

abr 27 • Notícias • 202 Views • Comentários desativados em Samsung, Anprotec e CCEI formalizam acordo

A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) assinou, no último dia 24, um Memorando de Intenções com a Samsung. O memorando prevê a cooperação e coordenação para a implementação do Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa, criado na Coreia do Sul pelo CCEI Daegu – Centro de Economia Criativa e Inovação. O acordo foi assinado por Sunil Kim, presidente do CCEI, Francilene Procópio Garcia, presidente da Anprotec, e Pedro Kim, presidente da Samsung Electronics para a América Latina, e é um desdobramento do acordo entre os governos brasileiro e sul-coreano.

A cerimônia foi realizada no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e contou com a participação do ministro Aldo Rebelo e o ministro coreano da pasta correlata, Choi Yanghee. O memorando formaliza acordo para inovação entre os dois países, e ocorre durante a visita oficial da presidente sul-coreana, Park Geun-hye, ao Brasil.

O modelo é uma iniciativa do governo da Coreia do Sul para desenvolver a tecnologia e a educação, fomentando novos negócios, produtos e tecnologias, e consiste em um conjunto de recursos, incluindo documentos, metodologias, tecnologias e práticas. A Anprotec, com apoio da Samsung, promoverá treinamentos, articulará políticas públicas e gerará e propagará conhecimento em inovação e empreendedorismo para seus cerca de 300 membros associados.

“A Samsung, com a intenção de replicar o Modelo Coreano no Brasil, precisava de um parceiro brasileiro que tivesse capilaridade e que pudesse apresentar o programa para os ambientes de inovação e para as empresas ligadas a eles de forma consistente. Por meio dessa parceria, empresas instaladas nos ambientes de inovação associados à Anprotec, como incubadoras de empresas e parques tecnológicos, serão habilitadas a participar de chamadas seletivas, de forma a terem acesso a programas de capacitação, mentoria e investimento de capital semente em setores de interesse”, explica Francilene Procópio Garcia, da Anprotec.

A empresa sul-coreana, por sua vez, se comprometeu a agir como facilitadora das comunicações entre a Anprotec e o CCEI, identificar e recomendar projetos para participarem do programa e para serem incorporados às atividades da Samsung no Brasil, inclusive a de startups inovadoras. Em cinco anos, a empresa investirá US$ 5 milhões no projeto.

“A Samsung tem a educação como foco em sua missão de cidadania no Brasil, e a parceria com o governo sul-coreano e a Anprotec traz a expertise de nosso país-sede para um mercado tão significativo como o Brasil, com a capacidade de impacto da Anprotec”, avalia Pedro Kim, da Samsung. “A adoção do Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa pelo Brasil é uma excelente oportunidade para o desenvolvimento das startups brasileiras e da educação por meio da tecnologia, algo que em a Samsung acredita e já pratica no país”.

O Memorando de Intenções formaliza o início do acordo que tem validade de cinco anos, com possibilidade de renovação. A operacionalização do programa e de como o Modelo Coreano será implantado no país será definido até o fim de maio, quando as três entidades parceiras divulgarão novas informações.

Fonte: Anprotec

Post Relacionados

Os comentrios esto fechados.

« »